400 anos da morte Shakespeare

William-Shakespeare.jpgoje é dia dO Bardo. Há 452 anos nasceu William Shakespeare e nos deixou a 400 anos atrás. Escreveu 38 peças, 154 sonetos e dois poemas narrativos, sua obra é alvo de estudos até hoje graças a suas metáforas e multi-sentidos que transformam o entendimento do texto dependendo do conhecimento do leitor.
Suas mais famosas peças: Hamlet, Rei Lear, Romeu e Julieta, Otelo, Sonhos de uma Noite de Verão, Macabeth, o Mercador de Veneza e A Megera Domada, são fundamentos da cultura pop tão enraizados que mal percebemos.
Hamlet inspirou a história do Rei Leão, assim como A Megera Domada é a base do filme 10 Coisas que eu Odeio em Você. Frases como “Ser ou não ser, eis a questão” e “Há mais coisas no céu e na terra, Horácio, do que sonha a tua filosofia.” (O “vã”, geralmente encontrado em traduções para português não está no texto original), “Um cavalo, meu reino por um cavalo”, “Nossos corpos são como jardim, e nossas vontades os jardineiros” são até hoje citadas à exaustão.
Criador de 1700 palavras do idioma inglês, inspiração para Schopenhauer, Freud, Goethe e Machado de Assis, torna difícil imaginar o mundo sem a obra de Shakespeare, mas podemos dar asas à imaginação e dizer que provavelmente seria mais chato e menos criativo.